Topo

Otan pede que Rússia 'demonstre responsabilidade' na Síria

14/04/2018 14h46

Bruxelas, Bélgica, 14 Abr 2018 (AFP) - A Otan "pediu que a Rússia demonstre responsabilidade" no conflito na Síria, declarou neste sábado (14) o secretário-geral da Aliança, Jens Stoltenberg, depois de uma reunião em Bruxelas com os embaixadores dos 29 países-membros da Organização.

"Os Aliados chamam todos os que apoiam o regime sírio, em particular a Rússia, a demonstrar responsabilidade e fazer com que o regime sírio participe de maneira construtiva no processo de Genebra impulsionado pela ONU", disse Stoltenberg em uma coletiva de imprensa depois dos bombardeios na Síria por Estados Unidos, França e Reino Unido.

"Os Aliados expressaram seu pleno apoio a essa ação destinada a enfraquecer a capacidade do regime sírio em matéria de armas químicas e a evitar outros ataques químicos contra o povo sírio", explicou Stoltenberg, em um momento em que o Conselho de Segurança está reunido em Nova York.

"As armas químicas não podem ser utilizadas impunemente (...) Representam um perigo imediato para o povo sírio e para nossa segurança coletiva", acrescentou.

"Os Aliados condenam firmemente o uso reiterado de armas químicas pelo regime sírio e pedem que os responsáveis respondam por seus atos", reafirmou.