Presidentes do Brasil e Chile discutem 'novo e ambicioso' acordo de livre comércio

São Paulo, 27 Abr 2018 (AFP) -

Brasil e Chile vão negociar um "novo e ambicioso" acordo de livre comércio, indicou nesta sexta-feira o presidente Michel Temer após receber o chileno Sebastián Piñera.

"Vamos seguir o conselho do presidente Sebastián Piñera, de negociar um novo e ambicioso acordo de livre comércio. Nosso objetivo é superar as barreiras regulatórias nas trocas entre o governo do Brasil e o governo do Chile", declarou Temer.

O presidente também comentou que a crise na Venezuela foi discutida durante o encontro. "Ambos expresamos a nossa preocuapação com o destino político daquele país", comentou, acrescentando que os dois falaram sobre a onda migratória de milhares de venezuelanos que abandonam seu país mergulhado em uma profunda crise econômica, política e social.

Piñera considerou a visita "frutífera" e afirmou que as discussões para um acordo bilateral de livre comércio vão começar em breve.

O chefe de Estado chileno ressaltou que durante a reunião discutiu-se questões de segurança, cibersegurança e defesa.

"Nossa reunião foi extremamente produtiva", acrescentou Temer após a assinatura de um protocolo de serviços financeiros e um acordo de compras.

O Brasil é o principal destino dos investimentos chilenos no exterior, com estoque de US$ 31 bilhões, e o principal parceiro comercial do Chile na América do Sul.

Em 2017, o intercâmbio comercial bilateral alcançou US$ 8,5 bilhões, o que representa alta de 22% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Itamaraty.

Piñera, que retorna ao Chile no final da tarde, deve ainda se encontrar com a presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, e com o presidente da Câmara de Deputados, Rodrigo Maia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos