Rússia: Medvedev é nomeado primeiro-ministro

Moscou, 8 Mai 2018 (AFP) - Por 374 votos a favor, 56 contra e nenhuma abstenção, o primeiro-ministro russo em exercício, Dmitri Medvedev, foi confirmado ao posto nesta terça-feira (8) pelos deputados da Duma, Câmara baixa do Parlamento.

"Eu estou, é claro, plenamente consciente da responsabilidade e das dificuldades que o governo vai encontrar", declarou Medvedev aos deputados após a votação, na presença do presidente russo, Vladimir Putin, que propôs sua candidatura na segunda-feira.

"Acho que teremos condições de lidar com todas as tarefas estabelecidas pelo presidente", afirmou Medvedev, acrescentando está "pronto para fazer o que for necessário para o desenvolvimento do país".

A Duma é dominada pelo partido da situação, a Rússia Unida, que dispõe de 339 das 430 cadeiras.

O Partido Comunista e o partido nacionalista de esquerda Rússia Justa anunciaram que não apoiariam a candidatura de Medvedev.

Presidente da Rússia de 2008 a 2012, após ser primeiro-vice-presidente, Medvedev, de 52 anos, foi premiê de 2012 a 2018.

Jurista de formação, ocupou ao longo de seu mandato um lugar cada vez mais marginal, limitado às questões técnicas. Impopular e ausente, foi acusado de corrupção pelo principal opositor ao Kremlin, Alexei Navalny, que mobilizou milhares de manifestantes contra ele.

Medvedev nunca foi desautorizado, porém, por seu mentor, Vladimir Putin, a quem dedica uma lealdade inflexível.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos