Príncipe Charles e Camilla fazem visita oficial de três dias à Grécia

Atenas, 9 Mai 2018 (AFP) -

O príncipe Charles e sua mulher, Camilla, chegaram à Grécia, nesta quarta-feira (9), para uma visita oficial de três dias, sua segunda vez nesse país e a primeira do casal.

Convidados pelo presidente Prokopis Pavlopoulos, após uma visita de dois dias à França, o príncipe de Gales e a duquesa de Cornuália desembarcaram às 9h (horário de Brasília) no aeroporto de Atenas, onde foram recebidos pela embaixadora do Reino Unido na Grécia, Katherine Lucy Smith, e por autoridades gregas.

Sob rígidas medidas de segurança, ambos depositaram uma coroa de flores no monumento de um soldado de guerra diante do Parlamento, no centro da cidade.

"É uma visita de uma importância histórica (...), que vai acrescentar um elo importante à corrente da amizade" entre os dois países, declarou Pavlopoulos à imprensa, no início de seu encontro com o príncipe Charles.

No século XIX, a Grã-Bretanha esteve entre as potências que ajudaram a Grécia a se emancipar do Império Otomano, e os dois países foram aliados durante as duas guerras mundiais.

O príncipe Charles elogiou essas "relações de longa data entre os dois países" e disse esperar que essa "amizade continue".

Na sequência, ele se reuniu com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, que anunciou ter aceitado o convite feito por sua colega britânica, Theresa May, para uma visita a Londres em 26 de junho.

Em entrevista hoje ao jornal grego "Kathimerini", o príncipe Charles indicou que a Grécia está "em seu sangue" e que ele tem "de longa data um fascínio pela cultura e pela História Antiga" do país. Ele também elogiou a beleza de "lugares únicos", em referência às ilhas gregas, ou ao monte Athos, onde costumar passar o verão.

O príncipe disse ainda que prepara, para os jovens gregos, programas de formação e de assistência, por meio de sua organização beneficente The Prince's Trust, fundada em 1976, no Reino Unido.

Na quinta-feira, o príncipe deve se encontrar com o chefe da Igreja ortodoxa grega, o arcebispo de Atenas Ieronymos, antes de uma visita ao cemitério militar dos aliados e à embarcação britânica "HMC Valiant", que colabora nas operações de resgate de refugiados.

Na sexta-feira, o casal irá a Creta.

A imprensa grega destaca que a Grécia é o único país europeu ainda não visitado oficialmente pela rainha Elizabeth II.

Seu marido, o príncipe Philip, nasceu príncipe da Grécia, em Corfu, em 1921. Seu pai, André da Grécia, viu-se obrigado a se exilar alguns meses mais tarde. Ele foi condenado com oito generais e autoridades políticas monarquistas gregas por uma corte marcial, após uma derrota contra os turcos, uma das páginas mais sombrias da História Contemporânea do país. A monarquia foi abolida na Grécia em 1973 para se estabelecer uma república.

bur-hec/od/elp/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos