'A França paga de novo o preço do sangue', diz Macron após ataque em Paris

Paris, 12 Mai 2018 (AFP) - Emmanuel Macron lamentou neste sábado à noite que a França tenha pago "de novo o preço do sangue" após o ataque com faca ocorrido em Paris, mas assegurou que o país não cederá "nem um pouco ante os inimigos da liberdade".

"Penso nas vítimas e nos feridos do ataque com faca perpetrado esta noite em Paris, e em seus familiares", escreveu o chefe de Estado no Twitter, após a agressão no centro de Paris, que deixou um morto e quatro feridos.

"Aclamo, em nome de todos os franceses, a valentia dos policiais que neutralizaram o terrorista", acrescentou Macron.

"A França paga de novo o preço do sangue, mas não cede nem um pouco ante os inimigos da liberdade", afirmou.

O promotor de Paris confiou a investigação do caso à seção antiterrorista da promotoria. Uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas. O agressor foi abatido pela polícia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos