Oposição venezuelana diz que aumentará pressão por 'eleições verdadeiras'

Caracas, 17 Mai 2018 (AFP) - A oposição venezuelana anunciou nesta quinta-feira (17) que intensificará a pressão por "eleições verdadeiras" após a votação de domingo, cuja legitimidade é desconhecida e na qual o presidente Nicolás Maduro busca a reeleição.

"Em 20 de maio começa a intensificação dos esforços nacionais e internacionais para exercer mecanismos de pressão que permitam que este ano possamos contar com eleições verdadeiras na Venezuela e eleger um presidente", disse o deputado Juan Pablo Guanipa em nome da coalizão de partidos Mesa da Unidade Democrática (MUD).

Guanipa afirmou que "não há como" o poder eleitoral - acusado de servir ao governo - anunciar um resultado diferente da reeleição de Maduro até 2025.

"Como não se trata de uma eleição, ratificamos nosso chamado ao povo para que não compareça a essa farsa", indicou, pedindo aos opositores para irem às igrejas no domingo com uma bandeira da Venezuela em sinal de protesto.

Guanipa acrescentou que no dia da votação haverá em várias cidades do mundo manifestações contra a votação, que será definida em um único turno.

O parlamentar argumentou que não existem condições para que o principal adversário de Maduro, o opositor dissidente do chavismo Henri Falcón, vença, e pediu a ele que retire sua candidatura.

"Falcón deveria renunciar e se unir à luta que estamos travando", afirmou o legislador junto com outros dirigentes da aliança.

Falcón, ex-governador de Lara (oeste), se inscreveu contrariando a decisão da MUD de boicotar as eleições, também desconhecidas por Estados Unidos, União Europeia e vários países latino-americanos.

Sua decisão aprofundou as divisões na coalizão opositora.

A empresa Datanálisis dá um empate técnico entre Maduro e Falcón; a Delphos dá 43% ao presidente e 24% ao ex-chavista; e a Hinterlaces, 52% para o presidente contra 22% do opositor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos