Assassino de Liège estava fichado por contatos com islamitas e visou a polícia

Bruxelas, 29 Mai 2018 (AFP) - A polícia belga havia fichado o jovem que matou duas policiais e um jovem nesta terça-feira em Liège (leste da Bélgica) por seus contatos com islamitas na prisão, segundo indicou à AFP uma fonte próxima à investigação.

Esta fonte acrescentou que Benjamin Herman, morto pelas forças de segurança, se "radicalizou" durante uma passagem pela prisão.

O homem de 30 anos visou "claramente" a polícia em seu ataque realizado esta manhã, informou o chefe da polícia de Liège em coletiva de imprensa.

"Está claro que o objetivo do assassino era atacar a polícia", afirmou Christian Beaupere, indicando que um dos 4 policiais feridos estava em estado grave, uma vez que foi atingido na artéria femural, mas já não corria risco de morte.

mad-tjc/acc/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos