Manifestantes protestam contra política "imoral" de Trump com famílias de imigrantes

Washington, 2 Jun 2018 (AFP) - Ativistas tomaram as ruas nesta sexta-feira em várias cidades dos Estados Unidos para protestar contra a política promovida pelo presidente Donald Trump de separar famílias que buscam refúgio no país.

"A família tem que permanecer junta!", gritavam centenas de pessoas em frente ao Departamento de Justiça (DOJ) em Washington, acusando o governo de violar direitos humanos e traumatizar crianças por motivos políticos.

"Isso é uma emergência, todo dia crianças são arrancadas dos braços de seus pais, o governo Trump tem que parar esta política", disse Jéssica Morales, presidente da campanha 'We Belong Together' (Devemos permanecer juntos).

O protesto acontece depois que o governo republicano confirmou que desde outubro separou centenas de famílias que cruzaram a fronteira sem documentos.

No mês passado, Jeff Sessions, o procurador-geral que também é uma espécie do ministro de Justiça, anunciou como política oficial a prisão e separação de todos os pais dos filhos que entraram ilegalmente.

"Este procurador-general tomou a decisão de separar os filhos dos pais, é imoral, é um crime e não vamos aceitar", expressou Gustavo Torres, diretor-executivo de grupo pró-imigrantes Casa.

O governo alega que a política é necessária para reduzir a imigração ilegal, mas os críticos dizem que é cruel para aqueles que pedem refúgio depois de fugir da violência na América Central.

pmh-str/jt/cd/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos