Rajoy admite derrota minutos antes do voto da moção de censura no Parlamento

Madri, 1 Jun 2018 (AFP) - O presidente do governo espanhol, o conservador Mariano Rajoy, reconheceu nesta sexta-feira sua derrota, minutos antes da votação no Congresso dos Deputados da moção de censura apresentada pelo líder socialista Pedro Sánchez, que o sucederá no cargo.

"Em vista do que todos sabemos, podemos presumir que a moção de censura seguirá adiante. Em consequência, o senhor Sánchez será o novo presidente do governo, e eu quero ser o primeiro a felicitá-lo", declarou Rajoy aos deputados.

A votação acontecerá às 11H01 (6H01 de Brasília).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos