Trump confirma cúpula com líder norte-coreano dia 12 de junho em Singapura

Washington, 1 Jun 2018 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (30) que seu encontro com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, está novamente marcada para o mês que vem, após conversas extraordinárias no Salão Oval com um enviado de Pyongyang.

Trump apareceu após uma reunião de mais de uma hora no Salão Oval com Kim Yong Chol - general que enfrenta sanções americanas e é o braço direito de Kim - dizendo que a cúpula será realizada em Singapura em 12 de junho, como planejado originalmente.

Enquanto admitia que lidar com a Coreia do Norte "é um processo", Trump disse acreditar que o processo acabaria sendo "bem-sucedido".

Trump disse que a carta de Kim, entregue em mãos por Kim Yong Chol, foi "muito boa" e "muito interessante", mas declarou que ainda não a abriu.

No entanto, o presidente americano falou com palavras afetuosas para Pyongyang, dizendo que as longas discussões haviam tocado na desnuclearização e no desenvolvimento econômico da Coreia do Norte.

Trump indicou que a campanha de "pressão máxima" está em suspenso, prometendo que não aplicará novas sanções enquanto as negociações estiverem em andamento.

"As relações estão sendo construídas e isso é muito positivo", afirmou.

Em um movimento que certamente preocupará os aliados dos Estados Unidos em Japão e Coreia do Sul, Trump também disse que ele e seu convidado discutiram o número de soldados americanos na península coreana.

"Nós conversamos sobre quase tudo. Falamos muito sobre isso. E falamos sobre sanções", contou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos