Japonesa mata seu bebê e esconde o corpo em um guarda-volumes

Tóquio, 2 Jun 2018 (AFP) - Uma japonesa que deu à luz em um café de Tóquio matou seu bebê e escondeu o corpo em um guarda-volumes, informou a polícia.

O corpo em decomposição do recém-nascido, que foi estrangulado, foi achado pela polícia em um guarda-volume em função do mau cheiro.

A mãe, Mao Togawa, de 25 anos, foi localizada graças às câmeras de segurança, que a filmaram várias vezes colocando moedas no guarda-volumes para que continuasse fechado.

A mulher explicou que matou o bebê, uma menina, porque chorava muito e colocou o corpo em uma mala para deixá-lo no guarda-volumes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos