Secretário de Comércio dos EUA chega à China para negociar

Pequim, 2 Jun 2018 (AFP) - O secretário americano do Comércio, Wilbur Ross, chegou neste sábado a Pequim para tentar acalmar as tensões comerciais com a China.

Ross manteve conversações informais e iniciará no domingo negociações formais, segundo a televisão estatal chinesa CCTV, sem dar maiores detalhes.

Ross se também se reuniu com o vice-primeiro-ministro chinês Liu He, muito próximo ao presidente Xi Jinping e grande coordenador da política econômica, indicou à AFP um dirigente do governo americano.

Os Estados Unidos exigem da China que abra sua economia a seus produtos e que reduza em 200 bilhões de dólares anuais o déficit comerciais com o gigante asiático, que, em 2017, foi de 375 bilhões.

Por ora, Pequim não aceita este objetivo, que muitos economistas consideram "irreal".

Wilbur Ross permanecerá até domingo a manterá conversas com o vice-primeiro-ministro Liu He, muito próximo ao presidente Xi Jinping e figura-chave da política econômica chinesa, afirmou à AFP um funcionário do governo.

Sua visita coincide com as novas tensões entre os dois países.

Na terça passada, os Estados Unidos voltaram a ameaçar com a imposição de tafifas de 25% a uma série de produtos chineses no valor de 50 bilhões de dólares anuais.

Pequim denunciou então uma mudança de postura de Washington e ameaçou tomar medidas para proteger seus intereses, embora, desde então, o regime comunista tenha tentado acalmar as tensões.

ehl-bur/juf/an-pb/pc/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos