EUA: sanções contra Coreia do Norte serão aliviadas com desnuclearização

Singapura, 3 Jun 2018 (AFP) - A Coreia do Norte só obterá um alívio nas sanções impostas quando tiver tomado medidas irreversíveis quanto à desnuclearização, afirmou neste domingo o secretário americano da Defesa, Jim Mattis.

O chefe do Pentágono, que falou em Singapura durante uma conferência sobre segurança, considerou crucial que a comunidade internacional mantenha suas sanções contra Pyongyang, a poucos dias da reunião entre o presidente americano Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong Un.

"Não haverá alívio para a Coreia do Norte até que não se tome medidas verificáveis e irreversíveis em relação à desnuclearização", afirmou Mattis durante um encontro com os ministros sul-coreano e japonês da Defesa.

"Um compromisso inquebrantável nos obriga a reforçar ainda mais nossa cooperação em termos de defesa, o que é a melhor forma de preservar a paz", acrescentou.

Ele evitou falar publicamente sobre o encontro entreTrump e Kim, que acontecerá em 12 de junho, em Singapura.

"Podemos esperarnos, no melhor dos casos, um caminho de negociações cheio de obstáculos. Como ministros da Defsa, devemos conservar uma colaboração defensiva forte para permitir a nossos diplomatas negociar tranquilamento a partir de uma posição dominante neste momento crítico", conclui Mattis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos