PUBLICIDADE
Topo

Fifa apoiará atingidos por catástrofe de vulcão na Guatemala

25/06/2018 18h14

Cidade da Guatemala, 25 Jun 2018 (AFP) - A fundação social da Fifa apoiará os atingidos pela erupção do Vulcão de Fogo, no sul da Guatemala, que deixou 112 mortos e milhares de evacuados, informou a federação de futebol local nesta segunda-feira (25).

Uma missão da Fifa visita o país entre esta segunda e quinta-feira para avaliar os danos provocados pelo deslizamento de material vulcânico que devastou a comunidade San Miguel Los Lotes, na cidade de Escuintla, e afetou povoados vizinhos, detalhou a Federação Nacional de Futebol da Guatemala (Fedefut) em comunicado.

O grupo é liderado por Jazmín Frei, gerente de projetos da fundação e ex-zagueiro do Real Madrid, e pelo espanhol Míchel Salgado, como embaixador da instituição social.

Após fazer a avaliação na Guatemala, a fundação Fifa prevê apoiar na reconstrução de quadras esportivas e "estabelecer programas de reinserção para as crianças mais afetadas pelo desastre natural", acrescentou o texto.

A erupção do vulcão de 3 de junho matou 112 pessoas e 197 foram reportadas como desaparecidas, de acordo com dados oficiais, enquanto 3.589 moradores de San Miguel Los Lotes e de outras comunidades vizinhas permanecem em abrigos, que também serão visitados pela missão da Fifa.

Nos últimos dias, habitantes e pequenos grupos de socorristas encontraram restos mortais que poderiam pertencer a alguns desaparecidos, mas estes devem ser analisados para a sua identificação, disse à AFP uma fonte do estatal Instituto Nacional de Ciências Forenses (Inacif).

A visita da Fifa foi gerida na Rússia por um comitê temporário da Fedefut, que em maio conseguiu que o ente internacional retirasse uma suspensão ao futebol guatemalteco que pesava desde um ano e meio atrás, apontou o comunicado.