PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ministro italiano do Interior viaja à Líbia para abordar questão migratória

25/06/2018 06h04

Roma, 25 Jun 2018 (AFP) - O ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, viajou nesta segunda-feira à Líbia para abordar a questão migratória com as autoridades do país africano.

"Missão Líbia, vamos!", escreveu o ministro em sua conta no Twitter, com direito a uma selfie a bordo do avião militar em que viajou para o país africano.

Salvini é o primeiro integrante do novo governo populista italiano a viajar para a Líbia.

O xenófobo ministro do Interior e líder da Liga, partido de extrema-direita, lidera a luta do governo italiano contra a chegada de migrantes pelo mar Mediterrâneo, a maioria africanos.

Em uma entrevista publicada nesta segunda-feira pelo jornal La Repubblica, o vice-primeiro-ministro líbio Ahmed Miitig destacou o interesse em trabalhar com o novo governo italiano.

"A colaboração entre Itália e Líbia é decisiva", declarou, antes de destacar que a chegada de migrantes também é um "problema importante" para seu país.

"Os traficantes que levam os migrantes para a Itália são grupos criminosos perigosos que não permitem que a Líbia avance para uma difícil normalização", disse.

No domingo, Salvini agradeceu às autoridades líbias pelo resgate no mar de mais de 820 migrantes ao longo do dia.

"Hoje salvaram e levaram de volta à Líbia 820 migrantes, tornando inútil o 'trabalho' dos traficantes e evitando intervenções equivocadas de barcos de ONGs", escreveu Salvini no Twitter.

Mais cedo, a ONG espanhola Proactiva Open Arms afirmou que a Itália rejeitou a ajuda de seu barco para socorrer quase mil migrantes perto da costa da Líbia, alegando que a Guarda Costeira líbia assumiria o trabalho.

Internacional