PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ao menos 45.000 civis fugiram dos combates no sul da Síria

26/06/2018 08h10

Beirute, 26 Jun 2018 (AFP) - Ao menos 45.000 civis fugiram dos combates na província síria de Deraa (sul), alvo de bombardeios das forças do regime, anunciou a ONU.

Desde a semana passada, as forças do regime de Bashar al Assad intensificaram os bombardeios no leste de Deraa, o que aumenta a especulação sobre uma operação militar no sul do país e obriga os civis a fugir da região.

"Durante os últimos dias, um grande número de civis fugiu em consequência das hostilidades, dos bombardeios e dos combates nesta região", afirmou à AFP Linda Tom, porta-voz do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU.

"Não havíamos visto até agora um deslocamento em massa desta magnitude em Deraa", disse.

As forças do regime, apoiadas por bombardeios russos desde sábado, atacaram, nas últimas 48 horas diversos bairros da cidade de Deraa, capital da província de mesmo nome.

Ao menos 32 civis morreram em consequência da violência no local desde 19 de junho, de acordo com a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

A ONU adverte que as operações do regime ameaçam 750.000 civis que vivem nas zonas rebeldes.

Internacional