PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Melania Trump volta à fronteira para nova visita a crianças imigrantes

28/06/2018 21h12

Phoenix, Estados Unidos, 29 Jun 2018 (AFP) - A primeira-dama americana, Melania Trump, voltou nesta quinta-feira (28) à fronteira com o México para visitar crianças imigrantes em situação irregular separadas dos pais, e foi recebida em Phoenix por manifestantes que protestavam contra as políticas de seu marido.

Depois da primeira viagem ao Texas, na qual foi duramente criticada pela decisão de vestir uma polêmica jaqueta, Melania Trump foi desta vez a duas cidades do Arizona, Tucson e Phoenix, onde voltou a se reunir com meninos separados, vários deles de apenas cinco anos, chegados de Honduras ou Guatemala há menos de 72 horas.

Em Phoenix, quando a caravana da ex-modelo eslovena de 48 anos chegou a Southwest Key Campbell, um refúgio para menores imigrantes, várias dezenas de manifestantes a receberam com um grande boneco inflável com a imagem do presidente Donald Trump vestido com os trajes da Ku Klux Klan.

"Acabem com todas as jaulas. Libertem os pais e as crianças", dizia um dos cartazes. "Reúna-se com os pais; Descriminalizem as famílias"; "Destituam Trump", afirmavam outros.

A primeira viagem de Melania Trump à fronteira, em 21 de junho, foi muito criticada porque ela escolheu vestir nas viagens de ida e volta uma jaqueta da Zara de 39 dólares com uma frase estampada nas costas que dizia"Realmente não me importo. E você?".

Mas desta vez, a ex-modelo não se arriscou e optou por um figurino minimalista: calça branca e camiseta negra.

Em Tucson, a primeira-dama se reuniu com funcionários da migração, com policiais e um fazendeiro local em uma mesa redonda celebrada em um edifício da patrulha fronteiriça.

"Quero agradecer a vocês todos por seu trabalho duro", disse a eles. "Sei que o trabalho cotidiano é difícil e perigoso", acrescentou. "Estou aqui para apoiá-los e ajudá-los da maneira que puder".

Sua porta-voz, Stephanie Grisham, disse que a intenção da primeira-dama é "aprender" com aqueles que estão no terreno.

Internacional