PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Decepcionado com Trump, embaixador americano na Estônia se aposenta

30/06/2018 12h52

Washington, 30 Jun 2018 (AFP) - O embaixador dos Estados Unidos na Estônia, James Melville, decidiu antecipar sua aposentadoria decepcionado com os ataques de Donald Trump aos históricos aliados europeus, informou a revista Foreing Policy neste sábado (30).

A embaixada informou que o diplomata se aposentará após completar sua missão no fim de julho.

Em mensagem privada compartilhada com amigos no Facebook, no entanto, James Melville - com 33 anos de experiência na diplomacia americana - manifestou sua frustração com a política da administração Trump.

"Que o presidente diga que a União Europeia foi 'criada para se aproveitar dos Estados Unidos, para atacar nosso cofrinho' ou que 'a OTAN é tão ruim quanto o NAFTA' não é apenas um erro de fato, mas me mostra também que é hora de ir", disse o diplomata na mensagem, de acordo com a Foreign Policy.

Desde a tensa cúpula do G7 no início de junho no Canadá, o presidente americano tem multiplicado os ataques contra seus aliados europeus, com quem deve se reunir em 11 e 12 de julho em Bruxelas para uma cúpula da OTAN.

O encontro acontecerá alguns dias antes de uma reunião em Helsinque com o presidente russo, Vladimir Putin, em 16 de julho.

Trump comparou a aliança atlântica com o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA, na sigla em inglês), o qual busca renegociar com Canadá e México.

"Tendo estado às ordens de seis presidentes e 11 secretários de Estado, nunca pensei que chegaria a esse ponto", acrescentou Melville em sua postagem no Facebook.

Segundo a emissora CNN, Susan Thornton, alta funcionária do Departamento de Estado e encarregada da Ásia, também decidiu se aposentar.

bur-mdo/hr/elm/ll/gv/mc

Facebook

Internacional