PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Cineasta ucraniano Sentsov, preso na Rússia, perdeu 15 kg

05/07/2018 12h32

Moscou, 5 Jul 2018 (AFP) - O cineasta ucraniano Oleg Sentsov, preso na Rússia por "terrorismo", perdeu 15 kg depois de mais de cinquenta dias em greve de fome que "não tem intenção de parar", declarou nesta quinta-feira uma prima, depois de tê-lo visitado.

"Oleg mede 1,90 e agora pesa 75 quilos. Ele perdeu 15 quilos desde que iniciou a greve de fome", disse Natalia Kaplan à televisão ucraniana depois de ver seu primo na prisão pela primeira vez desde 2014.

"Ontem, ele estava em péssimas condições, mas hoje está melhor. A noite é sempre pior", explicou Kaplan.

"Mas ele não vai parar a greve de fome. Ele me disse que irá até o fim e acredita em sua vitória", acrescentou a prima de Sentsov, que parou de comer em 14 de maio.

Todos os dias, o cineasta bebe 3,5 litros de água e recebe glicose, aminoácidos e vitaminas pela veia, explicou seu advogado, Dimitri Dinzé.

Contrário à anexação da Crimeia pela Rússia, Oleg Sentsov foi preso em 2014 e condenado a vinte anos de prisão por "terrorismo" e "tráfico de armas", depois de um julgamento descrito como "stalinista" pela Anistia Internacional (AI) e denunciado pelas autoridades ucranianas, a União Europeia (UE) e os Estados Unidos.

O presidente russo, Vladimir Putin, e o ucraniano, Petro Poroshenko, discutiram em junho uma eventual "troca de prisioneiros" entre os dois países, durante uma conversa por telefone. Mas isso ainda não aconteceu.

as-pop/gmo/pg/eb/age/mr

Internacional