PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump critica dois grandes doadores do Partido Republicano

31/07/2018 11h31

Washington, 31 Jul 2018 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou nesta terça-feira dois dos principais doadores do Partido Republicano, ao chamar os poderosos irmãos Koch de "globalistas", "superestimados" e uma "piada total".

Em suas mensagens matinais no Twitter, o presidente atacou os industriais de idade avançada - que há muitos anos financiam causas conservadoras - e minimizou sua importância para o partido.

"A rede deles é muito superestimada, eu os derrotei em todos os momentos", escreveu Trump, em uma declaração que pode incomodar os grandes nomes do partido.

Organizações apoiadas pelos irmãos Koch, Charles e David, devem gastar centenas de milhões de dólares na campanha para as eleições legislativas e estaduais de novembro, vitais para o futuro político de Trump.

Caso os democratas recuperem a maioria no Congresso, a agenda de Trump poderia naufragar e as possibilidades de um julgamento político aumentariam consideravelmente.

"Os globalistas irmãos Koch, que se tornaram uma piada total nos círculos republicanos reais, são contra as Fronteiras Fortes e o Comércio Poderoso", tuitou Trump.

Os comentários foram feitos após indícios de que os irmãos não estariam satisfeitos com o atual governo e cogitariam uma redução de suas atividades políticas.

"Eles querem proteger suas empresas fora dos Estados Unidos de serem taxadas", reclamou Trump, que afirma estar do lado do povo.

"Eu sou a favor dos Estados Unidos em primeiro lugar e do trabalhador americano - fantoche de ninguém", completou, antes de chamar os irmãos de "dois caras bons com ideias ruins.

Os Koch foram vistos como parte integral dos esforços republicanos para vender as reformas fiscais de Trump, que estimularam a atividade econômica mas dispararam o déficit.

Os irmãos são considerados há muito tempo os grandes inimigos pela esquerda americana, mas encontraram uma causa comum com os democratas na reforma da justiça criminal e em outras questões.

Esta não é a primeira vez que Trump critica doadores do Partido Republicano. Durante a campanha de 2016 entrou em conflito com o bilionário Paul Singer, que financiou vários de seus rivais nas primárias do partido.

Internacional