PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Justiça condena indonésio a pagar mais de US$ 10 mil à ex-mulher e ele quita a dívida em moedas

Funcionários do Judiciário tailandês carregam pagamento de Dwi Susilarto a sua ex-mulher, Hermi Setyowati, após divórcio - Ganug Nugroho Adi/Jakarta Post
Funcionários do Judiciário tailandês carregam pagamento de Dwi Susilarto a sua ex-mulher, Hermi Setyowati, após divórcio Imagem: Ganug Nugroho Adi/Jakarta Post

24/08/2018 11h29

Um indonésio condenado após divórcio a pagar mais de US$ 10 mil (cerca de R$ 41 mil) a sua ex-mulher decidiu entregar esta soma de dinheiro usando apenas moedas. Com isso, ele encheu 13 sacos de pano com um peso total de 890 kg.

Dwi Susilarto chegou ao tribunal no centro da ilha de Java transportando quase uma tonelada de moedas em uma caminhonete.

Precisou da ajuda de dois amigos e um carrinho para descarregar o conteúdo e teve de fazer várias viagens entre o estacionamento e a sala de audiência do tribunal.

A condenação incluía uma pensão alimentar para seus dois filhos, que deve ser paga durante nove anos.

A princípio, Susilarto tinha que pagar US$ 3.000 (R$ 12 mil), mas sua ex-mulher apelou da decisão e, por fim, ele foi condenado a pagar US$ 12.440 (R$ 51 mil).

Indignado, o ex-marido decidiu pagar US$ 10.690 (R$ 43,7 mil) em moedas e o restante com cédulas.

No tribunal, Susilarto quase bateu no advogado da ex-mulher, que se negou a contar o dinheiro e o acusou de querer humilhá-la.

O presidente do tribunal pediu aos funcionários da Justiça que contassem as moedas, o que vai requerer, ao menos, uma semana.

Internacional