PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Policial branco dos EUA é declarado culpado pela morte de adolescente negro

28.ago.18 - Os pais de Jordan Edwards após o veredito que considerou culpado o policial responsável pela morte do filho  - Rose Baca/The Dallas Morning News/AP
28.ago.18 - Os pais de Jordan Edwards após o veredito que considerou culpado o policial responsável pela morte do filho Imagem: Rose Baca/The Dallas Morning News/AP

Chicago

28/08/2018 20h15

Um júri do Texas considerou culpado, nesta terça-feira (28), um policial branco acusado do assassinato de um jovem afro-americano de 15 anos, uma condenação incomum para um caso de ataque a tiros policial de alto perfil.

Roy Oliver disparou cinco balas contra um automóvel repleto de adolescentes no ano passado, matando Jordan Edwards, quando respondia a um chamado que dava conta de menores de idade bebendo álcool em uma festa em um subúrbio de Dallas.

Edwards, que estava desarmado, e outros quatro adolescentes abandonaram a festa depois de ouvir tiros provenientes de um lugar próximo. Oliver atirou com um fuzil contra o carro, atingindo o adolescente na cabeça.

A polícia disse originalmente que Oliver abriu fogo porque o carro estava avançando agressivamente em direção a ele, mas o departamento mudou seu depoimento depois de ver as imagens de sua câmera corporal, e disse que o carro estava se afastando quando Edwards foi baleado.

O ataque figura em uma lista crescente de casos similares, em que afro-americanos foram assassinados por agentes de polícia brancos, e que vêm alimentando a indignação em todo o país, impulsando o movimento Black Lives  Matter (vidas negras importam).

Internacional