PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Crimes de corrupção são declarados imprescritíveis na Argentina

29/08/2018 19h38

Buenos Aires, 29 Ago 2018 (AFP) - Os crimes de corrupção na Argentina foram declarados nesta quarta-feira (29) com imprescritíveis pela Câmara de Cassação Penal, a mais alta instância judicial antes da Suprema Corte de Justiça.

A sentença, emitida pelo Centro de Informação Judicial, foi decidida em um caso dos anos 1990 envolvendo executivos da multinacional IBM e ex-funcionários da Direção-Geral de Impostos pela compra de equipamentos superfaturados de 120 milhões de dólares

Esse processo judicial foi declarado prescrito em 2016.

Mas a Câmara de Cassação Penal determinou agora que "a prescrição do caso não é constitucionalmente possível e que o julgamento deve ser realizado com urgência".

A Argentina está abalada por vários escândalos de corrupção, o mais recente deles conhecido como "Escândalo dos cadernos", um esquema de subornos que atinge a ex-presidente e atual senadora Cristina Kirchner, vários de seus colaboradores e muitos empresários do setor da construção.

Por esse caso, Kirchner já participou de um interrogatório. Além disso, suas residências em Buenos Aires, Río Gallegos e El Calafate foram revistadas na semana passada.

nn/rsr/cb

IBM

Internacional