PUBLICIDADE
Topo

Casos de abuso sexual investigados na Igreja Católica triplicam e chegam a 119 no Chile

Em cadastro anterior, eram investigados 38 casos de abusos envolvendo religiosos chilenos - Getty Images
Em cadastro anterior, eram investigados 38 casos de abusos envolvendo religiosos chilenos Imagem: Getty Images

31/08/2018 15h02

Os casos de abuso sexual na Igreja chilena investigados pela Procuradoria triplicaram e chegaram a 119 no último mês, segundo um cadastro atualizado divulgado nesta sexta-feira (31).

"Informamos que o número atualizado de casos em aberto por investigações de crimes sexuais cometidos por membros da Igreja Católica em 31 de agosto é de 119", indicou a Procuradoria em uma mensagem à imprensa.

Em um cadastro anterior, haviam sido contabilizados 38 casos. O novo registro também inclui 167 indiciados, dos quais sete são bispos da Igreja Católica do Chile e 96 padres. A Procuradoria também investiga quatro diáconos, 30 religiosos "não-sacerdotes", dez leigos e 20 pessoas das quais não há informação.

O número de vítimas vinculadas aos casos atualmente sob investigação foi estimado em 178, das quais 79 são crianças e adolescentes. No mês passado, em um registro anterior, a Procuradoria havia contabilizado 266 vítimas desde 1960 até o momento.