PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Canadá e EUA têm discussões 'construtivas' em matéria de comércio, mas sem acordo

20/09/2018 21h08

Washington, 21 Set 2018 (AFP) - As negociações comerciais de alto nível entre Canadá e Estados Unidos para alcançar um consenso sobre a modernização do Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta) terminaram nesta quinta-feira sem acordo, após dois dias de reuniões "construtivas", segundo a ministra de Relações Exteriores canadense, Chrystia Freeland.

"Escolho minhas palavras com cuidado. Hoje falamos de alguns assuntos. O diálogo foi construtivo. Continuamos todos trabalhando muito duramente", disse Freeland após a reunião com o representante comercial americano, Robert Lighthizer.

Contudo, ela não informou sobre a evolução nos pontos críticos.

Autoridades dos dois países trabalham há um mês, quase ininterruptamente, para superar os obstáculos e poder atualizar o Nafta, que data de 1994. Estados Unidos e México já selaram um acordo em agosto.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, resistiu à pressão dos Estados Unidos e deixou claro que não aceitará nenhum acordo.

Na quarta-feira, ele disse estar confiante de que poderia chegar a um acordo, mas que isso levaria mais tempo.

Freeland deve retornar ao Canadá para uma reunião de ministros das Relações Exteriores e na próxima semana está programado para viajar para a Assembleia Geral da ONU em Nova York.

Os Estados Unidos exigem que o Canadá abra seu mercado protegido de laticínios, bem como elimine um mecanismo para resolver disputas comerciais entre os parceiros (contido no Capítulo 19) e remova os subsídios canadenses no campo cultural.

Internacional