PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Justiça saudita obriga pai a providenciar passaporte para sua filha

20/09/2018 19h25

Riade, 20 Set 2018 (AFP) - A Justiça saudita decidiu a favor de uma mulher que levou aos tribunais seu pai, que não lhe dava permissão para ter um passaporte, informou a imprensa local nesta quinta-feira (20).

A mulher, de 24 anos e originária de Yeda (oeste), cujo nome não foi revelado, havia solicitado à Justiça que retirasse de seu pai o papel de tutor, depois que ele se negou a realizar os procedimentos necessários para que ela obtivesse um passaporte e pudesse estudar no exterior, informou a mídia local, como o jornal pró-governamental Okaz.

O sistema de tutela masculina obriga as mulheres a obter permissão de seu parente masculino mais próximo na maioria dos âmbitos de sua vida, como viajar ou se casar.

O tribunal saudita exigiu que o pai procure um passaporte para sua filha, segundo as mesmas fontes, que não informaram a data de julgamento desse caso, pouco comum no reino.

Segundo o jornal Okaz, a jovem vivia com sua mãe e não via seu pai há seis anos.

bur-ac/all-mer/sgf/cc

Internacional