PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Maduro quer se reunir com Trump

26/09/2018 22h31

Nações Unidas, Estados Unidos, 27 Set 2018 (AFP) - O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, disse nesta quarta-feira na ONU que apesar das imensas divergências que mantêm com Donald Trump, ele quer se reunir com o chefe de Estado americano.

"Eu estou disposto a apertar a mão do presidente dos Estados Unidos e a me sentar com ele para dialogar sobre os assuntos das diferenças bilaterais e da nossa região", disse Maduro na Assembleia Geral das Nações Unidas. "Estou disposto a falar com agenda aberta de todos os temas que o presidente quer falar", insistiu.

Trump afirmou nesta quarta-feira nas Nações Unidas que até as "opções" mais "fortes" estão sobre a mesa em relação à Venezuela, em referência tácita a uma intervenção militar. Também avaliou que os militares venezuelanos poderiam derrubar "rapidamente" Maduro.

O líder venezuelano destacou as "imensas diferenças históricas", "ideológicas" e "sociais" que o separam de Trump. "Sou um operário, um motorista de ônibus, um homem do povo. Não sou um magnata ou um multimilionário".

"Disse ao presidente Donald Trump, que está preocupado com a Venezuela, que quer ajudar a Venezuela: Bom, estou disposto a falar com a agenda aberta sobre todos os temas que queira tratar o governo dos Estados Unidos".

Trump declarou nesta quarta-feira que "estaria disposto" a se reunir com Maduro se o líder venezuelano assim o desejasse, mas esclareceu que não há planos para tal.

"Certamente estou aberto a isto. Estou disposto a me reunir com qualquer pessoa", disse ao ser consultado sobre um possível encontro com Maduro.

"Só quero que a Venezuela se endireite. Quero que as pessoas estejam seguras. Nos ocuparemos da Venezuela. O que acontece na Venezuela é uma desgraça".

Internacional