PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Síria pede na ONU que EUA, Turquia e França abandonem seu território imediatamente

29/09/2018 13h40

Nações Unidas, Estados Unidos, 29 Set 2018 (AFP) - As forças militares dos Estados Unidos, Turquia e França devem sair "imediatamente" da Síria, afirmou neste sábado na ONU o chefe da diplomacia síria, Walid Muallem.

"Eles devem se retirar imediatamente e sem condições", disse Muallem na Assembleia Geral da ONU em Nova York, ao denunciar a presença de uma "coalizão internacional ilegítima liderada pelos Estados Unidos", presente na Síria "sob o pretexto de lutar contra o terrorismo".

"A batalha contra o terrorismo está quase terminada", declarou o chanceler, antes de afirmar que Damasco a concluirá depois de "expurgar (a Síria) de terroristas e da presença ilegal de estrangeiros".

O governo dos Estados Unidos mantém 2.000 soldados na Síria, principalmente para treinamento e assessora das forças curdas e dos rebeldes árabes sírios contrários ao presidente Bashar al-Assad. A França tem mais de 1.000 soldados no país.

A guerra na Síria devastou o território do país e provocou mais de 360.000 mortes desde 2011.

O diplomaa sírio disse ainda que em Damasco a "situação é mais estável e segura" e que se "cumprem todas as condições para permitir o retorno voluntário dos refugiados".

"A porta está aberta para eles", disse o ministro, antes de afirmar que "todos os sírios no exterior podem voltar".

Walid Muallem indicou que "milhares de refugiados sírios no exterior já fizeram o retorno".

Internacional