Lagarde: Itália deve respeitar as regras da UE

Nusa Dua, Indonésia, 11 Out 2018 (AFP) - A Itália, como membro da União Europeia (UE), deve "respeitar as regras do clube" em termos de disciplina orçamentária, afirmou a diretora gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, no momento em que a coalizão populista que governa o país prevê o aumento do déficit.

"Quando você pertence a um clube e decide permanecer, deve respeitar as regras do clube. E isto se aplica sem dúvida alguma aos compromissos italianos de disciplina orçamentária", disse Lagarde à margem de uma reunião do FMI na ilha indonésia de Bali.

A coalizão populista que governa a Itália fixou a meta de déficit em 2,4% do PIB para os próximos três anos, o que provocou na semana passada a irritação de Bruxelas e tensão no mercado financeiro.

O comissário europeu de Assuntos Econômicos, Pierre Moscovici, considerou que o projeto de orçamento italiano está fora das regras estabelecidas na zona do euro e classificou a dívida pública italiana de "explosiva".

Com nível de 132% de seu PIB, a Itália tem uma das maiores proporções de endividamento da Eurozona depois da Grécia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos