PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Turquia promete à família de jornalista esclarecer sua morte

23/10/2018 12h55

Ancara, 23 Out 2018 (AFP) - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, prometeu nesta terça-feira aos familiares do jornalista assassinado Jamal Khashoggi que seu governo fará "tudo que for necessário para esclarecer" este crime, que ocorreu no consulado saudita em Istambul, informou a presidência turca.

Erdogan expressou suas condolências ao filho do jornalista, Abdullah Khashoggi, e a outros parentes, e garantiu que "a Turquia fará todo o necessário para esclarecer o assassinato", segundo uma fonte presidencial.

O presidente turco também expressou sua "profunda tristeza" durante a conversa.

Jamal Khashoggi, colaborador do Washington Post, e feroz crítico do homem forte de seu país, o príncipe herdeiro Mohamed bin Salman, foi assassinado em 2 de outubro no consulado da Arábia Saudita em Istambul.

Segundo a Turquia, este assassinato foi cometido por uma equipe de 15 agentes sauditas enviados de Riad.

O reino saudita, que admitiu o assassinato depois de afirmar que o jornalista havia deixado o consulado vivo, garante que ele foi cometido durante uma operação "não autorizada", uma versão recebida com muito ceticismo no exterior.

lsb-raz/sjw/klm/jz/age/mb/cn

Internacional