PUBLICIDADE
Topo

Sobe para 21 número de mortos em chuvas na Jordânia

26/10/2018 18h19

Amã, 26 Out 2018 (AFP) - Ao menos 21 pessoas, a maioria crianças, morreram devido às fortes chuvas registradas no oeste da Jordânia, informou nesta sexta-feira (26) a Defesa Civil em um novo balanço.

Outras 35 pessoas ficaram feridas, entre elas membros das forças de segurança que participavam das operações de resgate, informou à AFP uma fonte da Defesa Civil.

Segundo uma fonte de segurança, as operações de buscas continuam para encontrar sete pessoas ainda desaparecidas.

Este tipo de inundação, causada por chuvas torrenciais, é comum nesta época do ano na Jordânia, mas desta vez o número de vítimas foi especialmente alto.

"As vítimas são na maioria estudantes com idades entre 11 e 14 anos, que participavam de uma excursão na região do Mar Morto", 50 km a oeste de Amã, acrescentou a fonte.

Enxurradas arrastaram para o mar adolescentes que tinham desembarcado do ônibus em que viajavam, informou uma fonte de segurança.

Entre os mortos também há pedestres que passeavam nesta região turísticas e foram arrastados pelas águas, informou a Defesa Civil. Uma ponte desmoronou na mesma região, acrescentou.

De acordo com uma fonte médica, três dos estudantes eram iraquianos.

Segundo informações que circulam pelas redes sociais, muitos pais se teriam negado no último minuto a permitir que seus filhos participassem desta excursão, por causa dos alertas meteorológicos anunciados para esta quinta-feira.

O ministro da Educação, Admi Mahafzah, prometeu uma "investigação completa" para determinar as causas exatas do acidente e informou que o ônibus tinha seguido uma trajetória diferente da aceita por sua pasta.