PUBLICIDADE
Topo

Atirador de Pittsburgh pode ser condenado à morte por crime antissemita

27/10/2018 18h49

Washington, 27 Out 2018 (AFP) - O atirador que matou 11 pessoas em uma sinagoga em Pittsburgh, neste sábado (27), será processado, entre outros, por crime antissemita e pode ser condenado à morte, informou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

"Ódio e violência com base na religião não têm lugar em nossa sociedade", declarou o procurador-geral, Jeff Sessions.

"Estes supostos crimes são condenáveis e totalmente repugnantes aos valores da nação. Consequentemente, o Departamento de Justiça denunciará o réu por crimes de ódio e outros, incluindo acusações que podem levar à pena de morte", acrescentou.

O suspeito, identificado pela Polícia como Robert Bowers, morador de Pittsburgh, está sob custódia da Polícia.