PUBLICIDADE
Topo

Papa chama de "ato desumano" ataque em sinagoga de Pittsburgh

28/10/2018 10h08

Cidade do Vaticano, 28 Out 2018 (AFP) - O papa Francisco chamou neste domingo de "ato desumano" o massacre que aconteceu no sábado em uma sinagoga de Pittsburgh, nos Estados Unidos, na qual morreram 11 pessoas.

"Expresso minha proximidade com a cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, e em particular com a comunidade judaica, abalada ontem por um terrível atentado em uma sinagoga", disse neste domingo após a oração do Angelus.

"Na realidade, todos estamos feridos por este ato desumano de violência", reiterou diante dos fiéis na Praça de São Pedro.

"Que o senhor nos ajude a extinguir os focos de ódio que se desenvolvem em nossa sociedade, reforçando o sentido de humanidade, o respeito pela vida, os valores morais e civis", completou o pontífice.

Um americano de 46 anos foi detido no sábado depois de matar 11 pessoas e ferir outras seis em uma sinagoga na cidade de Pittsburgh (nordeste dos Estados Unidos), no pior ataque antissemita da história recente do país.

O atirador, identificado como Robert Bowers pelas autoridades, invadiu no sábado de manhã a sinagoga Tree of Life (Árvore da Vida) e gritou "todos os judeus devem morrer", segundo a imprensa, ao mesmo tempo que atirava contra os fiéis reunidos no dia de shabat, o descanso semanal judaico, para celebrar uma cerimônia pelo nascimento de um menino.

O presidente Donald Trump denunciou "um enlouquecido ato de assassinato em massa".