PUBLICIDADE
Topo

OMS alerta que poluição do ar mata 600 mil crianças ao ano

Wu Hong/EFE
Imagem: Wu Hong/EFE

Genebra

29/10/2018 11h55

A poluição do ar provoca a morte de 600 mil crianças com menos de 15 anos a cada ano em razão de graves infecções respiratórias, alertou a OMS nesta segunda-feira (29).

A poluição do ar é o "novo cigarro", afirmou o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) Tedros Adhanom Ghebreyesus no site da organização, que realiza entre segunda e quinta-feira a primeira conferência mundial sobre "a poluição do ar e a saúde".

A OMS publicou um relatório em que alerta que 93% dos menores de 15 anos no mundo (1,8 milhão de crianças) respiram diariamente um ar contaminado que prejudica sua saúde e crescimento.

Em 2016, a poluição do ar causou a morte de 543 mil crianças menores de 5 anos e de 52 mil crianças com entre 5 e 15 anos em razão de infecções respiratórias, aponta o relatório.

Uma das razões que explicam a maior vulnerabilidade das crianças à poluição é que elas respiram mais rapidamente que os adultos e, por isso, absorvem mais poluentes, explica a OMS.

Segundo a OMS, 91% dos habitantes do planeta respiram ar contaminado, o que provoca 7 milhões de mortes a cada ano.

"Esta crise de saúde pública deve receber maior atenção, há um aspecto crítico que tem sido negligenciado: o fato que a poluição do ar afeta principalmente as crianças", ressalta a OMS no relatório.

Segundo a organização, as mulheres grávidas expostas ao ar poluído são mais propensas a dar à luz prematuramente.