PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Estado Islâmico reivindica atentado contra mesquita de base militar no Afeganistão

24/11/2018 15h26

Khost, Afeganistão, 24 Nov 2018 (AFP) - O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) reivindicou neste sábado a autoria de um atentado suicida ocorrido em uma mesquita localizada numa base militar do leste do Afeganistão, que deixou 27 mortos na véspera segundo uma fonte do governo.

Setenta e nove militares ficaram feridos no ataque de um homem-bomba que agiu durante a oração de sexta-feira na mesquita lotada, segundo dados de hospitais da província de Jost.

O EI reivindicou o ataque através de seu órgão de propaganda Amaq, afirmando ter matado 50 militares e ferido 110. Segundo a fonte do governo, 27 soldados morreram e 44 ficaram feridos.

O porta-voz da província de Jost, Taliban Mangal, declarou à AFP que 13 soldados morreram e cerca de 40 ficaram feridos.

Representantes do governo e autoridades militares costumam minimizar o balanço dos crimes cometidos pelos grupos rebeldes. O presidente Ashraf Ghani condenou o ataque.

emh-lab/mr/pa/jz/lb

Internacional