PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ex-tesoureiro nacional da Venezuela é condenado por lavagem de dinheiro

27/11/2018 18h34

Miami, 27 Nov 2018 (AFP) - Um ex-tesoureiro nacional da Venezuela durante o governo do falecido ex-presidente Hugo Chávez foi sentenciado nesta terça-feira (27) a dez anos de prisão nos Estados Unidos por participar de um esquema de câmbio e lavagem de dinheiro de mais de 1 bilhão de dólares.

Alejandro Andrade Cedeño, que foi presidente do Departamento Nacional do Tesouro (ONT) venezuelano entre 2007 e 2010, foi sentenciado pela juíza federal Robin Rosenberg do Distrito Sul da Flórida com a pena máxima prevista em lei, segundo documentos judiciais.

Este cidadão venezuelano de 54 anos e morador de Wellington, na Flórida, tinha se declarado culpado de conspiração para lavagem de dinheiro no âmbito de um esquema de corrupção em 22 de dezembro passado.

A promotoria indicou que Andrade, que antes de ser tesoureiro nacional foi guarda-costas de Chávez, admitiu que se aproveitou do cargo no governo para lucrar após receber mais de 1 bilhão de dólares em propina.

Andrade, que está colaborando com a Justiça neste caso, deve se apresentar e cumprir sua pena em 25 de fevereiro, segundo a sentença.

Internacional