Topo

Trump quer estreitar laços comerciais com América Latina

2018-11-30T19:53:00

30/11/2018 19h53

Buenos Aires, 30 Nov 2018 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reafirmou nesta sexta-feira (30), durante sua participação na cúpula do G20 em Buenos Aires, que seu governo trabalha para estreitar laços com seus aliados da América Latina em comércio, segurança e defesa da democracia.

"Meu governo está trabalhando para garantir os direitos humanos em Cuba e Venezuela, e fortalecer nossos laços culturais com todos os nossos parceiros na América Latina", disse Trump em comunicado.

Os eixos desta colaboração são o aprofundamento do comércio, a luta contra os regimes autoritários e o combate ao crime organizado, detalhou a Casa Branca.

Nesse sentido, recordou as sanções que o governo americano impôs à Venezuela, a Cuba e mais recentemente à Nicarágua em rechaço aos "regimes autoritários na região que se recusam a respeitar o clamor do povo pela democracia".

Também afirmou que "os Estados Unidos estão trabalhando com seus parceiros para reduzir o tráfico de drogas, dinheiro e armas, e para combater o tráfico de pessoas".

No plano comercial, os Estados Unidos trabalham na iniciativa "América Cresce" para ampliar as exportações e aumentar o investimento na região.

"O presidente Trump continua trabalhando para garantir o comércio livre e justo com os aliados dos Estados Unidos e para melhorar o acesso aos mercados regionais da América Latina", expressou o comunicado.

Neste sentido, citou que, à margem das deliberações do G20, os Estados Unidos assinaram vários acordos com a Argentina para fortalecer a infraestrutura e cooperação energética.

Tratam-se de seis princípios de acordos de três bilhões de dólares para investimentos em áreas estratégicas, incluindo energia, transporte e construção de oleodutos.

Mais Internacional