PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Turquia anuncia visita de delegação americana para negociar retirada de tropas da Síria

24/12/2018 15h51

Ancara, 24 dez 2018 (AFP) - A presidência da Turquia anunciou nesta segunda-feira que aguarda a chegada de uma delegação dos Estados Unidos esta semana a Ancara para negociar a retirada das tropas americanas da Síria.

"Uma delegação dos Estados Unidos virá à Turquia esta semana", declarou o porta-voz da presidência turca, Ibrahim Kalin, assinalando que a retirada americana não terá impacto na luta contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no norte da Síria.

"Não haverá interrupção da luta contra o EI. A Turquia mostrará a mesma determinação contra o grupo. De forma alguma nossa luta contra o EI diminuirá", afirmou Kalin.

O porta-voz assegurou que a Turquia não precisa, nesta luta, das milícias curdas do YPG, apoiado por Washington, que Ancara considera terroristas, uma vez que surgiram do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). "Para derrotar o EI, não precisamos do PKK ou do YPG."

Após um telefonema neste domingo entre os presidentes Donald Trump e Recep Erdogan, a presidência turca afirmou que ambos os dirigentes "concordaram em garantir a coordenação entre os militares, diplomatas e outras autoridades de seus países, para evitar o vazio de poder que poderia resultar da retirada e da fase de transição na Síria".

No Twitter, Trump disse que conversou com Erdogan sobre "o EI, nosso compromisso mútuo na Síria e a retirada lenta e muito coordenada das tropas americanas daquela região, bem como relações comerciais bastante aumentadas".

raz-ezz/glr/jz/mb/lb

Internacional