PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Fatah denuncia prisão de centenas de seus membros em Gaza

31/12/2018 17h48

Gaza, Territórios palestinos, 31 dez 2018 (AFP) - Um porta-voz do Fatah, o partido do presidente palestino, Mahmud Abbas, acusou nesta segunda-feira o movimento islâmico Hamas de deter centenas de seus membros na Faixa de Gaza, no dia da celebração de seu 54º aniversário.

"Mais de 500 dos nossos membros foram detidos desde a noite passada pelas forças de segurança do Hamas em Gaza", declarou Atef Abu Saif, porta-voz do Fatah na Faixa de Gaza.

Segundo Saif, as detenções visam perturbar a reunião e outras atividades desta segunda-feira para comemorar o 54º aniversário da criação do Fatah.

O Hamas negou a perseguição e informou que o ministério do Interior em Gaza interrogou 38 pessoas temendo confrontos entre facções adversárias dentro do Fatah na Faixa de Gaza durante as comemorações.

Segundo o porta-voz do Hamas, Iyad Al Bozum, todos os interrogados foram libertados.

O Fatah de Mahmud Abbas, presidente da Autoridade Palestina, com sede em Ramallah (Cisjordânia), e o movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza, são os dois grandes movimentos adversários palestinos.

A Autoridade Palestina, reconhecida internacionalmente e que em teoria liderará o futuro Estado palestino independente, controla apenas algumas partes da Cisjordânia, separada da Faixa de Gaza pelo território israelense.

az-mjs/lr

Internacional