PUBLICIDADE
Topo

Presidente turco critica John Bolton por declarações sobre curdos na Siria

08/01/2019 08h17

Ancara, 8 Jan 2019 (AFP) - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, criticou com veemência nesta terça-feira as declarações do conselheiro de segurança nacional dos Estados Unidos, John Bolton, que defendeu os aliados curdos de Washington na Síria, considerados "terroristas" por Ancara.

As declarações de Bolton durante uma visita a Israel "são inaceitáveis e impossíveis de digerir", declarou Erdogan em um discurso em Ancara pouco depois de uma reunião entre o conselheiro de Donald Trump e um funcionário turco na capital ter terminado.

Em visita a Israel no domingo, Bolton afirmou que a retirada das tropas americanas da Síria depende de uma série de condições e deve garantir a defesa de Israel e de "outros amigos".

"Vamos discutir a decisão do presidente Donald Trump sobre a retirada (da Síria), mas é preciso fazer isso (...) de forma que a organização do Estado Islâmico seja derrotada (...) e que a defesa de Israel e de outros amigos na região esteja absolutamente garantida", afirmou Bolton à imprensa antes de viajar à Turquia.

De acordo com a emissora NBC News, os Estados Unidos querem que a Turquia garanta a proteção dos curdos na Síria, que combateram os extremistas do grupo Estado Islâmico (EI).

Ancara não escondeu sua intenção de lançar uma ofensiva contra os curdos, pois teme a formação de um Estado independente dessa minoria na Síria.

gkg/ezz/mra/pa/erl

Internacional