Topo

Polônia e Itália vão protagonizar a 'nova primavera europeia'

09/01/2019 14h09

Varsóvia, 9 Jan 2019 (AFP) - O homem forte do governo italiano Matteo Salvini declarou nesta quarta-feira em Varsóvia que a Itália e a Polônia vão ser os "protagonistas da nova primavera europeia", impulsionando uma reforma da União Europeia.

"A Polônia e a Itália serão, absolutamente, os protagonistas desta nova primavera europeia, desse renascimento dos verdadeiros valores europeus com menos finanças, menos burocracia e mais trabalho, mais família e, acima de tudo, mais segurança", acrescentou.

O líder italiano fez as declarações à imprensa antes de se encontrar com Jaroslaw Kaczynski, o poderoso chefe do partido conservador nacionalista Direito e Justiça (PiS, no poder).

Nessa reunião, uma possível cooperação poderia ser discutida no contexto das próximas eleições no Parlamento Europeu, informou recentemente o jornal italiano La Reppublica.

Enquanto "a Europa se acostumou a falar sobre o eixo franco-alemão, estamos nos preparando para um novo equilíbrio e uma nova energia na Europa", afirmou Salvini, que também é chefe da Liga, um partido de extrema direita, ao final de um encontro com o ministro do Interior polonês, Joachim Brudzinski.

Ele disse que "a segurança não pode ser alcançada ajudando os contrabandistas, traficantes e ONGs cúmplices, mas defendendo o direito de cada país em proteger suas fronteiras. Aquele que cede à chantagem de Bruxelas ou das ONGs fazem um desserviço não só para os italianos, mas para todos os europeus".

Seu colega polonês enfatizou, por sua vez, que a Itália e a Polônia concordaram em quase todas as questões abordadas.

via/sw/pg/pb/mb/mr

Mais Internacional