PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Abusos sexuais: 'problema continuará', teme o papa

28/01/2019 13h28

On Board the Papal Plane, 28 Jan 2019 (AFP) - O problema dos abusos sexuais do clero "continuará", apesar da organização no final de fevereiro no Vaticano de uma reunião global sobre "a proteção de menores", o que aumenta as expectativas, quando se trata de um "problema humano que existe em todos os lugareo", declarou nesta segunda-feira o papa Francisco.

Na coletiva de imprensa no avião que o trouxe de volta do Panamá, o papa estimou que a expectativa da reunião era "superdimensionada".

"Precisamos redimensionar essa expectativa, porque, eu digo, o problema do abuso continuará", disse ele, ampliando o fenômeno para toda a sociedade porque "é um problema humano que está em todos os lugares".

"Temos que resolver o problema na Igreja, mas resolvendo o problema na Igreja com uma tomada de consciência, vamos contribuir para resolvê-lo na sociedade, nas famílias, onde a vergonha faz com que escondemos tudo", notou.

A reunião dos presidentes das conferências episcopais de todo o mundo convocada no final de fevereiro pelo papa visa desenvolver "protocolos para avançar", uma espécie de "catequese" sobre o tema, porque "às vezes os bispos não sabem o que fazer", disse ele.

Eles também terão que "se conscientizar do drama", insistiu, porque "o sofrimento é terrível".

"E então, vamos orar, haverá testemunhos, para ajudar a tomar consciência, haverá algumas liturgias penitenciais, para pedir perdão a toda a Igreja", descreveu o papa.

kv-cm/fcc/lpt/mr

Internacional