PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Jihadista que era a voz francesa do Estado Islâmico morre na Síria

21/02/2019 14h51

Paris, 21 Fev 2019 (AFP) - O jihadista francês Fabien Clain, considerado o homem que emprestou sua voz para reivindicar em nome do Estado Islâmico (EI) os ataques de Paris de 13 de novembro de 2015, morreu na Síria, informaram fontes de segurança à AFP nesta quinta-feira.

De acordo com a rádio France Inter, que revelou a notícia, seu irmão Jean-Michel Clain, outra figura jihadista francesa, ficou gravemente ferido em um ataque da coalizão.

Fabien Clain, 41 anos, identificado por as autoridades francesas como o homem que gravou a mensalidade de áudio que reivindicava os atentados de 13 de novembro de 2015, quando 130 pessoas morreram e centenas ficaram feridas em Paris.

Os irmãos Clain se converteram ao Islã nos anos 1990 e se radicalizaram no início dos 2000.

Em 2009, Fabien Clain tinha sido condenado a cinco anos de prisão por pertencer a uma rede jihadistas no sudoeste da França.

grd-fz/meb/jz/cn

Internacional