PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Oposição na Nigéria exige suspensão de contagem de votos

26/02/2019 19h01

Abuja, 26 Fev 2019 (AFP) - O principal partido de oposição da Nigéria exigiu nesta terça-feira (26) a suspensão imediata da contagem de votos após as eleições gerais de domingo. Os resultados têm sido lentamente divulgados pela Comissão Eleitoral Independente (CEI).

Na eleição presidencial, os primeiros resultados divulgados sugeriram uma vantagem para o presidente Muhammadu Buhari, que tenta a reeleição.

"Nós, do Partido Popular Democrático (PDP), pedimos o fim imediato da contagem (...) e pedimos aos nigerianos que não levem em conta os resultados anunciados pelo CEI", disse Tanimu Turaki, um dos porta-vozes desse partido.

Turaki também denunciou fraudes cometidas pelo partido no poder.

Segundo o PDP, o número de votos recebidos por Buhari no estado de Yobe (nordeste do país) é maior do que o número de eleitores registrados.

No estado de Zamfara, onde houve violência por parte de grupos armados, "não houve voto", disse Turaki.

Além disso, ele assegurou que cerca de 200 mil votos foram "injustamente e ilegalmente retirados das listas" nos estados de Nasarawa, Kogi, Plateu e na capital, Abuja.

Buhari parece se encaminhar para a reeleição como chefe da maior economia da África, embora os resultados das eleições sejam gradualmente anunciados desde segunda-feira.

Com cerca de vinte estados já anunciados, Buhari, 76 anos, teria 54% dos votos contra 42% de seu principal adversário, o ex-vice-presidente Atiku Abubakar, de 72 anos.

bur-spb/ahg/jz/cc

Internacional