PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Parlamento britânico diante de possível terceira votação do acordo do Brexit

14/03/2019 06h11

Londres, 14 Mar 2019 (AFP) - O Parlamento já rejeitou duas vezes com votações expressivas, mas a primeira-ministra britânica deseja retornar à carga com seu polêmico acordo para o Brexit. E nesta quinta-feira coloca os deputados diante do dilema de uma terceira votação.

Em um novo capítulo inesperado no drama político que deixa o Parlamento britânico imerso no caos há vários meses, Theresa May anunciou na quarta-feira que enviaria aos deputados uma moção na qual propõe organizar, até 20 de março, uma terceira votação sobre o polêmico acordo de divórcio que negociou com Bruxelas.

No dia 21 de março começa em Bruxelas uma reunião de cúpula europeia que diversos líderes gostariam de dedicar à reforma institucional, mas que voltará a ser dominada pelo Brexit.

May explicou que, se o acordo for aprovado até a data, pedirá aos líderes europeus um curto adiamento, até 30 de junho, da data de saída da União Europeia, inicialmente prevista para 29 de março.

Em caso contrário, a prorrogação deveria ser muito maior e implicaria que o país terá que organizar eleições europeias em maio, afirmou a premier, em uma tentativa evidente de pressionar os eurocéticos que desejam abandonar o bloco mas que estão relutantes a fazer isto nas condições defendidas por May.

Será o terceiro dia consecutivo de votações cruciais no Parlamento britânico, que na terça-feira votou contra o Tratado de Retirada negociado pelo governo com a UE e na quarta-feira descartou um Brexit sem acordo "sob qualquer circunstância".

acc/ahg/zm/fp

Internacional