PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Israelense não resiste a ferimentos e morre após ataque na Cisjordânia ocupada

18/03/2019 06h38

Jerusalém, 18 Mar 2019 (AFP) - Um rabino israelense faleceu nesta segunda-feira depois de ter sido ferido no domingo em um ataque cometido por um palestino na Cisjordânia ocupada, que também matou um soldado israelense.

"A família Ettinger anuncia a morte do rabino Ahiad Ettinger, assassinado em um ataque terrorista", afirmou um porta-voz da família em um comunicado.

Ahiad Ettinger, pai de família de 47 anos, morava em Eli, uma colônia situada ao norte de Ramallah, próxima ao local do ataque.

As forças de segurança israelenses procuravam nesta segunda-feira o autor do ataque, que conseguiu fugir de carro até a localidade palestina de Bruqin.

No domingo, em um ataque com arma branca e de fogo, no cruzamento de Ariel, um soldado israelense morreu e outro ficou ferido, assim como o rabino Ettinger.

O sargento Gal Keydan, de 19 anos, habitante de Beersheva (sul) morreu em um ataque com faca, informou o exército.

"Outro soldado de uma unidade de combate foi gravemente ferido por tiros de um terrorista", afirma um comunicado.

O agressor atacou um soldado com uma faca no cruzamento de Ariel, tomou sua arma e atirou contra três veículos.

"O terceiro veículo parou e o terrorista assumiu o controle para dirigir até o cruzamento de Gitai Avishar, onde abriu fogo e feriu outro soldado", afirmou o porta-voz do exército, o tenente-coronel Jonathan Conricus.

dms/lal/gk/zm/ra/fp

Internacional