PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Estudantes e profissionais da saúde protestam na Argélia contra Bouteflika

19/03/2019 07h52

Argel, 19 Mar 2019 (AFP) - Milhares de estudantes protestavam nesta terça-feira em Argel, capital de Argélia, para pedir a saída do presidente Abdelaziz Bouteflika, que na segunda-feira reafirmou que permanecerá no poder.

Professores universitários, médicos e enfermeiras participam nos protestos nesta terça-feira, dia em que é celebrado o fim da guerra de independência da Argélia.

Bouteflika confirmou na segunda-feira que prolongará seu mandato além do prazo constitucional, 28 de abril, até a organização de novas eleições após um processo de reforma política.

O presidente de 82 anos, abalado por problemas de saúde, enfrenta os maiores protestos desde que foi eleito há 20 anos.

strs-amb-ayv/vl/pc/zm/fp

Internacional