PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Nova Zelândia anuncia dia em memória das vítimas de Christchurch

24/03/2019 08h07

Christchurch, Nova Zelândia, 24 Mar 2019 (AFP) - A Nova Zelândia organizará em 29 de março uma jornada nacional em memória das vítimas dos ataques a duas mesquitas na cidade de Christchurch, anunciou neste domingo o gabinete da primeira-ministra Jacinda Ardern.

A cerimônia acontecerá em Christchurch duas semanas depois do atentado executado por um australiano supremacista branco, que abriu fogo e matou 50 muçulmanos que oravam nas duas mesquitas da cidade em 15 de março.

"A jornada nacional proporciona uma oportunidade para que os moradores da região de Christchurch, os neozelandeses e as pessoas de todo o mundo se unam para honrar as vítimas deste ataque terrorista", afirmou a primeira-ministra Jacinda Ardern em um comunicado.

"A cerimônia será a oportunidade de mostrar mais uma vez que os neozelandeses são compassivos, inclusivos e diversos, e que vamos proteger este valores", completou.

O massacre abalou profundamente um país que normalmente se orgulha de sua vida tranquila e provocou uma comoção global.

O autor do massacre transmitiu ao vivo o ataque contra pessoas que estavam apenas orando.

Além de matar 50 pessoas, o atentado também deixou dezenas de feridos, alguns em estado grave.

Brenton Tarrant, australiano de 28 anos, foi detido poucos minutos depois dos ataques e foi indiciado formalmente.

Internacional