PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Canadá concede asilo a mulher que ajudou a esconder Edward Snowden

25/03/2019 17h40

Ottawa, 25 Mar 2019 (AFP) - O governo do Canadá concedeu asilo a uma mulher que ajudou a esconder o americano Edward Snowden durante sua fuga para Hong Kong após ele tornar público detalhes da atuação da agência americana de vigilância NSA no mundo, informou nesta segunda-feira uma associação para a proteção dos direitos dos refugiados.

"Vanessa Rodel e a filha de 7 anos, Keana, estão atualmente em um voo que partiu de Hong Kong e que aterrizará no aeroporto Pearson, em Toronto, nesta noite", indica um comunicado da associação For The Refugees, acrescentando que as duas viajarão na terça-feira para Montreal onde ficarão como refugiadas patrocinadas pelo setor privado.

Consultado sobre este caso durante uma entrevista à imprensa, o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, se negou a comentar sobre um "caso específico".

O Departamento de Imigração do país também não ofereceu mais detalhes, mas informou através de um e-mail enviado à AFP que, "em circunstâncias excepcionais", os trâmites de asilo poderiam ser "acelerados" em relação aos procedimentos habituais.

De acordo com o jornal local National Post, outros cinco cidadãos do Sri Lanka seguem esperando a resposta do governo canadense sobre seus pedidos de asilo.

Natural das Filipinas, Rodel escondeu Snowden em seu apartamento de Hong Kong em 2013, após o ex-analista de sistemas da NSA revelar a existência de um sistema global de vigilância e monitoramento de comunicações e internet, segundo a Rádio Canadá.

jbe/jl/sdu/llu/lda/lca

Internacional