PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Rússia defende na OEA a presença de militares na Venezuela

27/03/2019 19h10

Washington, 27 Mar 2019 (AFP) - A Rússia defendeu nesta quarta-feira a presença de militares na Venezuela, ao participar de um conselho permanente da OEA no qual foi aprovada uma resolução pedindo a entrada da ajuda humanitária no país caribenho.

O observador suplente da Rússia, Alexander Kormachev, pediu para falar após a votação e se pronunciou contra "as acusações de algumas altas posições dos Estados Unidos sobre alegadas intervenções russas na Venezuela".

A sessão era para votar uma resolução - aprovada com 19 votos a favor - para instar "as instituições públicas da Venezuela, em especial as forças militares e de polícia" a permitir a entrada de ajuda humanitária, mas o representante da Rússia - um dos 70 países observadores na OEA - pediu a palavra.

Kormachev defendeu, em espanhol fluente, que "a cooperação bilateral da Rússia com a Venezuela adere estritamente à constituição deste país e respeita sua legislação, incluindo os poderes do poder legislativo".

an/lda/cc

Internacional